O Blog “A Idéia de não ter idéia” criou uma página com os melhores clipes e fatos da vida do rei do pop.

A Página se chama “O ‘Era uma vez..’ do Pop” e vocês já podem visitá-la.

Eu sei que vocês devem estar exaustos com tantos destaques ao decorrer da morte do astro. Mas pelo menos passem por lá.

Anúncios

O Blog continua !!

A equipe do “A Idéia de não ter idéia”, decidiu que mesmo com o fim das aulas de Projeto Técnico Científico” (realizadas no Badran entre fevereiro e junho desse ano), o nosso blog continuará ativo.

Agradecemos os comentários e todos os visitantes… E pedimos que vocês continuem nos visitando.

A IDÉIA DE NÃO TER IDÉIA não será desativado. Essa foi a decisão.

Michael Jackson, morto em 25 de Junho de 2009

Nem os mangás escaparam da reviravolta que foi a despedida do Rei do Pop.

Michael Jackson vira Mangá ? Veja a notícia na nossa página “Techno Anime-Mangás”

Os Mangás na 2º Guerra Mundial :

O Blog agora atende um pedido :  é  do Professor Diego.

“A Idéia de não ter idéia” teve grandes comentários na página de animes e mángás, por isso não vamos abandoná-la.

Uma sugestão do Diego é mostrar um pouco da reação do mundo dos Mangás, durante e após a 2º Guerra Mundial.

Por isso … Sugestão Aceita !! Valeu Diego !

Visitem a página “Tecno Anime-Mangás” e vejam a atualização.


Fim de P.T.C :
Aproveitamos a oportunidade para agradecermos os Comentários e elogios que fazem do nosso Blog.. Para quem não sabe, as aulas de Projeto Científico Tecnológico estão terminando, por isso o blog está prestes a se despedir também.
Esperamos decisões do nosso grupo se o blog continua ativado ou não , após o fim do curso de PTC , feito no Badran.
Em breve teremos respostas.

“Nada no mundo pode impedir o homem de se sentir nascido para a liberdade. Jamais, aconteça o que acontecer, ele pode aceitar a servidão: pois ele pensa.” – Simone Weil

Conhecida pelas suas contribuições para a filosofia e activismo social, a francesa Simone Weil nasceu há cem anos, em Paris. O misticismo aliado ao idealismo político fez dela um dos nomes mais singulares do pensamento filosófico do século XX.

 

 

    Simone Weil nasceu a 3 de Fevereiro de 1909, em Paris, num ambiente familiar bastante confortável (o pai era médico), marcado por uma vida agnóstica dentro de uma formação judaica. Apesar da saúde débil que marcou toda a sua vida, Simone era dotada de uma inteligência precoce (aprendeu sânscrito a ler Bhagavad Gita e aos 12 anos era fluente em grego antigo) que lhe concedeu o primeiro lugar de entrada na École Normale Supérieure em 1928, formando-se três anos mais tarde em Filosofia.

      Com um comportamento introvertido, excêntrico e de ideias radicais, Simone Weil partilhava um sentimento de simpatia para com a classe trabalhadora (declarou-se Bolchevique aos 10 anos de idade). Envolveu-se em manifestações e demonstrações pelos direitos políticos trabalhistas, numa adolescência marcada pelo desencanto que nutria pelas ideias populares sobre o Marxismo, e que havia de abordar com pessimismo em Oppression et Liberté.

    Apesar das tendências pacifistas, Weil juntou-se aos Republicanos e lutou na Guerra Civil Espanhola em 1936, identificando-se com o movimento anarquista. Com uma falta de jeito que atrapalhava os colegas em combate e após se ter queimado num fogo de cozinha, Weil foi para Assis, onde, na Primavera de 1937, terá experienciado um êxtase religioso na mesma igreja onde S. Francisco de Assis rezou, o que a levou a voltar-se para a religião pela primeira vez na sua vida. Os seus escritos tornaram-se então mais místicos e espirituais, nunca perdendo as ligações com o mundo da política e das questões sociais. Simone Weil nunca limitou, no entanto, os seus interesses ao catolicismo; a sua crescente devoção religiosa fez com que explorasse outras religiões e tradições, nomeadamente a grega e o hinduísmo, fazendo jus à sua curiosidade social e cultural.

    Tendo a maior parte dos seus escritos sido publicados apenas postumamente, Simone Weil tornou-se numa das mulheres mais importantes da Filosofia e activismo socio-político do século XX, única no que respeita à exaltação dos princípios éticos ligados à igualdade social e ao contacto permanente com o misticismo e a religião como uma busca de ordem e verdade internas indispensáveis à tomada de consciência de cada um.

    Das obras de Simone Weil traduzidas e editadas em Portugal destacam-se A Fonte Grega, editada pela Cotovia, Carta A Um Homem Religioso, pela Ariadne, A Gravidade e A Graça, pela Relógio D’Água e Espera de Deus, pela Assírio & Alvim.

eds_mulher-woman_06

Opinião Geral :

Antigamente a mulher era vista como um objeto,  por assim dizer,  era totalmente submissa ao marido e aos seus desejos.  Mas esse sentimento vai mudar pois, varios fatores virão a interferir para a mulher tornar-se independente como: a 1ª e a 2ª guerra mundial.  A partir da século 60 a mulher ja começa a conquistar o seu lugar no mercado de trabalho e começou a realmente se mostrar capaz de exercer as mesmas funções que os homens, coisa que até hoje nao e adimitida pela sociedade pois o homem apesar de tudo e ainda considerado superior a mulher, mais a cada dia que passa  a mulher esta provando ser igual ao homem.

Opinião Feminina :

” A Mulher não foi feita de uma parte do pé para se sentir inferior, e nem de uma parte da cabeça para se sentir superior, mas foi feita da costela, que é perto do braço e do coração, a fim de ser ajudadora e amada pelo marido “

Por mais que muitos digam que o homem é o Cabeça da família , o que realmente é, ele precisa escutar, cuidar e reconhecer tudo o que sua mulher faz para ele, e do mesmo modo ela para com ele.  Isso não é um comentário machista, muito menos feminista (afinal sou mulher…) Mas quero realmente respeitar os dois lados.

Opiniao Masculina: Um comentário deve ser feito por alguem com uma visão ampla que não só fique falando sobre a soberania do homem sobre a muher, mas sim da vida e tudo que esta a volta de pode influenciar na vida de um casal.

Essa tal submissão da mulher sobre o homem que indiretamente ou diretamente foi esposta pelo comentário acima, hoje em dia século XXI não existe mais pois varias mulheres assumem o papel “Cabeça da familia” sustentando sua familia com o marido, e existem outras que até sustentam sua familia sozinha. Mas a mulher nao é totalmente reconhecida como ter a mesma capacidade como o homem em determinadas funções fato que pode ser verdade.

 

                 Tecnologias Bélicas : São aquelas usadas para a fabricação de armas ou outros tipos de combates para Guerras      

Os artigos que mostraremos a seguir mostram algumas das armas e defesas que desempenham um papel importante no combate moderno, bem como algumas tecnologias que poderão desempenhar uma importante função no futuro.

       Os links abrem no site HowStuffWorks , da Uol. Lá contém informações sobre as Tecnologias mostradas.

       Tecnologia da guerra :

 

Bombas, mísseis e explosivos

 

Lança-granadas-foguete
bombas nucleares
mísseis de cruzeiro
 bombas inteligentes
 
 bombas sujas
 
 mísseis Stinger
 
 mísseis Patriot
 explosivo C-4

 

No solo

 

 tanques M1
 robôs militares
camuflagem militar
 Uniforme biônico
 Colete à prova de balas
lança-chamas
granadas
minas terrestres
 
 visão noturna
máscaras de gás

 

helicópteros Apache
Predator UAV

  assentos ejetáveis

 
 
 

 

No mar

 porta-aviões
 
 submarinos

                    O Último post , nos mostrou um pouco do que a internet arruinou no decorrer do seu desenvolvimento.  Então já que o assunto é internet, veja um animado documentário, contando em detalhes a história da Internet.

 OBS: O VÍDEO É LEGENDADO, PELO MENOS NO YOUTUBE. SE POR ACASO NÃO APARECER LEGENDA AQUI NO BLOG, DIGITE NO YOUTUBE : “History of the Internet”, E VEJA COM LEGENDA. OBRIGADO.

 

 

 
     Você se lembra de como era a vida antes da internet banda larga? Em um momento de nostalgia, o blog OMGLists elaborou uma lista com nove coisas legais do passado que a internet arruinou para sempre.

 

9. Rick Astley
O maior hit do cantor Rick Astley, Never Gonna Give You Up, “era idiota o suficiente para rirmos dele, mas ainda assim grudento o bastante para cantarmos bêbados no karaokê”, diz o site. Tudo mudou quando alguém resolveu publicar no YouTube um vídeo que parodiava a música. O irritante clipe Rick Roll virou um fenômeno na web e, para o pessoal do OMGLists, acabou com a graça de ouvir a declaração de amor de Astley.

8. Assistir a TV com outras pessoas
Houve um tempo em que assistir a um determinado programa na televisão podia ser um evento. O site lembra que podia ser chato o assédio de seus amigos sem-TV-a-cabo, mas acabava sendo divertido. Hoje, com a velocidade da banda larga, os torrents e tantos dispositivos móveis em que se pode assistir a TV, você não precisa mais nem de um sofá – muito menos de companhia.

A banda larga acabou com o hábito de assistir a TV com outras pessoas

A banda larga acabou com o hábito de assistir a TV com outras pessoas

7. Gatos
Gatos tinham uma rotina pacata de comer, dormir e ignorar as pessoas – até começarem a estrelar fotos com legendas engraçadas que logo viraram mania na web, em sites como o icanhascheezburger.com. Agora os donos de gatos se tornaram paparazzi sempre prontos para registrar qualquer movimento mais esquisito dos felinos.

6. Pôsteres motivacionais
Antigamente, você ia ao dentista e podia ficar olhando para pôsteres motivacionais que ajudavam a amenizar seu sofrimento. O problema, para o OMGLists, foi a proliferação de “pôsteres desmotivacionais” na internet – com frases como “Esperança – ela pode não ser garantia a essa altura”. Agora, insistir no antiquado pôster motivacional faz você parecer ridículo.

5. Listas
Listas já foram algo restrito a compras de supermercado, capas de revistas e ao programa do David Letterman. Então veio a internet e listas de todos os tipos começaram a pipocar. Agora o OMGLists, que é um blog especializado em listas, reclama que ficou difícil pensar em algo que ainda não tenha sido feito.

4. Pornografia
Se você já passou de uma certa idade, provavelmente descobriu a pornografia debaixo da cama do seu pai ou na casa de um amigo. Não era emocionante? Mas com a web a pornografia acabou se tornando algo extremamente solitário, e você ainda corre o risco de se deparar com terríveis vídeos amadores.

(DETALHE : TAL OPINIÃO ACIMA NÃO TEM NADA A VER COM A OPINIÃO DO “A IDÉIA DE NÃO TER IDÉIA”… NÃO CONFUNDEM O BLOG “OMGLists”  COM O NOSSO. O OBJETIVO DO POST NADA TEM A VER COM O ITEM 4 , E NOSSA OPINIÃO SOBRE TAL ITEM NÃO SIGNIFICA QUE É A MESMA DO BLOGUEIRO)

3. Tom Cruise
Antes do YouTube, Tom Cruise era o astro de filmes como Top Gun e Jerry McGuire. Mas seu comportamento estranho em um programa da apresentadora Oprah Winfrey se espalhou pela internet e acabou com sua imagem de galã.

2. Jornalismo
“O que aconteceria se Clark Kent e Lois Lane trabalhassem para um blog? Eles estariam em seus sofás, usando apenas roupas de baixo e copiando e colando artigos”, sugere o site, lembrando de um tempo glamouroso de jornalismo investigativo. Hoje, jornalistas estão dando lugar a blogueiros e fotógrafos podem ser substituídos por qualquer câmera digital e um Photoshop, lamenta o site.

1. Privacidade
Redes sociais arruinaram nossa privacidade. Hoje você não pode mentir sobre onde vai, com quem vai ou o que está fazendo – sempre há alguém com uma câmera e um perfil no Facebook. Seus colegas de trabalho adicionam você como amigo e impedem que você conte para seus amigos sobre o porre de sábado à noite ou alguma experiência ilegal. “Mesmo para adultos responsáveis, as linhas que separam socializar, perseguir ou invadir a privacidade de alguém são muito tênues”, conclui o site.

    

 

Comentando…

                 De qual dessas coisas você sente mais falta?

  • privacidade
  • jornalismo
  • pornografia
  • pôsteres motivacionais
  • Tom Cruise
  • assistir a TV com outras pessoas
  • Rick Astley
  • listas
  • gatos
  • todas
  • nenhuma
  • não me lembro da vida antes da web

O que  você sente falta que a Internet arruinou ?

Comentem !!

   “Se você achava que a Tecnologia nos Games sempre existiu, estava errado.”

    Já Passava da Hora de contarem de uma maneira fácil, simples e mais do que original , a história do nosso ” Vídeo Game ” !!
   Foi isso que a Discovery Channel veiculou !!
    Dividido em cinco episódios, esse documentário  retrata influência do videogame na sociedade, como todos sabem em se tratando de documentários produzido pela Discovery é sinonimo de qualidade!
    A partir dele, o telespectador poderá conferir a história dos videogames, da sua criação nos anos 50 até a contemporaneidade, com a nova geração de consoles capitaneada por Wii, Xbox 360 e Playstations 3.
                                                         Links para Mais Informaçãoes :

Site Oficial do documentário na Discovery Channel :
www.discoverybrasil.com/videogame/
Site contando detahes do documentário :
http://jogos.uol.com.br/ultnot/multi/ult530u4963.jhtm
Comunidade no Orkut do documentário :
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=31742250

Lista dos Episódios e suas Sinopses :
. Episódio 1: O Polegar
. Episódio 2: O Rosto
. Episódio 3: As Pernas
. Episódio 4: A Mente
. Episódio 5: O Coração
Sinopses dos 5 episódios :
http://jogos.uol.com.br/ultnot/multi/ult530u4928.jhtm

         O Link abaixo, o levará a página dos Vídeos que compõem o Documentário:

http://www.youtube.com/view_play_list?p=47961149AEB46514

Hoje em dia estamos sempre em contatos com novas tecnologias, as quais sempre despertam nossos desejos para ter, possuir algo que quando as pessoas nos, ver possam ter uma impressão de nós, uma impressão que tentamos cria que muitas vezes não e verdadeira. A industria, hoje usa de tudo para conseguir vender seus produtos, ate mesmo nossa cultura, mas fazendo isso eles acabam mudando nossa cultura a medida que quanto mais o tempo passa mais culturas poderão aparecer, e nisso entra a tecnologia por que tendo um acesso a um meio de comunicação prestativo como o computador você pode acompanhar essas culturas que estão surgindo e acabar se identificando com algumas delas. Mas o ser humano de um desejo enorme por possuir bens materiais, que muitas vezes esse desejo e introduzido em suas mentes pela mídia, que acaba fazendo um modelo padrão de ser humano, onde aqueles que não seguem esse modelo são excluídos pela sociedade.Então pode se dizer que a mídia ela pode fazer essa nova cultura esse novo jeito de viver parecer bom ou ruim, tudo depende do que será bom para eles e para manter esse ciclo de compra e venda que e a base do mundo em que vivemos

  

                                      Theodor Adorno

   “A Indústria Cultural impede a formação de indivíduos autônomos, independentes, capazes de julgar e de decidir conscientemente. “

     Com as palavras do próprio Adorno, podemos compreender o porque das suas reflexões acerca desse tema.

    Theodor Wiesengrund-Adorno, em parceria com outros filósofos contemporâneos, estão inseridos num trabalho muito árduo: pensar filosoficamente a realidade vigente. A realidade em que vivia estava sofrendo várias transformações, principalmente, na dimensão econômica. O Comércio tinha se fortalecido após as revoluções industriais, ocorridas na Europa e, com isso, o Capitalismo havia se fortalecido definitivamente, principalmente, com as novas descobertas cientificas e, conseqüentemente, com o avanço tecnológico.

   O homem havia perdido a sua autonomia. Em conseqüência disso, a humanidade estava cada vez mais se tornando desumanizada.

   O domínio da razão humana, que no Iluminismo era como uma doutrina, passou a dar lugar para o domínio da razão técnica.  Os valores humanos haviam sido deixados de lado em troca do interesse econômico. O que passou a reger a sociedade foi a lei do mercado, e com isso, quem conseguisse acompanhar esse ritmo e essa ideologia de vida, talvez, conseguiria sobreviver; aquele que não conseguisse acompanhar esse ritmo , seria jogado à margem da sociedade. Nessa corrida pelo ter, nasce o individualismo, que, segundo o nosso filósofo, é o fruto de toda essa Indústria Cultural.

  Segundo Adorno, na Indústria Cultural, tudo se torna negócio. Enquanto negócios, seus fins comerciais são realizados por meio de sistemática e programada exploração de bens considerados culturais

Um Exemplo disto é o :

Cinema

cinema

  O que antes era um mecanismo de lazer, ou seja, uma arte, agora se tornou um meio eficaz de manipulação. Podemos dizer que a Indústria Cultural traz consigo todos os elementos característicos do mundo industrial moderno e nele exerce um papel de portadora da ideologia dominante, a qual outorga sentido a todo o sistema.

 

Homem ou Objeto ?

  Manipulados como objetos

 

    Para Adorno, o homem, nessa Indústria Cultural, não passa de mero instrumento de trabalho e de consumo, ou seja, objeto. O homem é tão bem manipulado e ideolizado  que até mesmo o seu lazer se torna uma extensão do trabalho.

 O homem ganha um coração-máquina. Tudo que ele fará, fará segundo o seu coração-máquina, isto é, segundo a ideologia dominante.

    “O consumidor não precisa se dar ao trabalho de pensar, é só escolher.”

    Por fim, podemos dizer que Adorno foi um filósofo que conseguiu interpretar o mundo em que viveu, sem cair num pessimismo. Ele pôde vivenciar e apreender as amarras da ideologia vigente, encontrando dentro dela o próprio antídoto: a arte e a limitação da própria Indústria Cultural.

Manipulação

            

        Este vídeo, muito polêmico por sinal, conta detalhadamente sobre a enorme influência da mídia -rádio,televisão,jornal,INTERNET..-sobre nossas vidas.
Veja e reflita!!!
Você também é uma vítima!!

O Poder da Mídia

março 20, 2009

 

 

 

 

O Poder da Mídia 

 

“A televisão é uma invenção que permite que você se divirta na sua sala com pessoas que não convidaria para entrar em sua casa.” — David Frost, apresentador britânico

 

   

         SE ALGUÉM lhe oferecesse um milhão de dólares para deixar de ver televisão pelo resto da vida, você aceitaria?

    Alguns anos atrás, 1 em cada 4 americanos entrevistados disse que não. Numa outra entrevista, perguntou-se a vários homens o que mais desejavam na vida. Apesar de a maioria ter mencionado que queria paz e felicidade, isso vinha em segundo lugar na

lista. O que eles mais queriam era uma televisão de tela grande. ( QUE LOUCURA…)

 

 

    Televisão - Arma mais poderosa da Mídia

 

 

 

     

         No mundo de hoje, a televisão é apenas um dos meios que a MÍDIA usa para nos Atrair. Usando métodos interessantes e sutis como : MODA, CONSUMISMO e certos conceitos distorcidos sobre BELEZA.

    Como a Mídia tem influenciado nosso Comportamento ?

   Segundo uma pesquisa feita nos Estados Unidos, praticamente 2 de cada 3 programas de TV contêm cenas de violência, numa proporção de cerca de seis por hora.

    Quando um jovem se tornar adulto, ele já terá assistido a milhares de cenas de atos violentos e assassinatos.

     E também segundo nossas idéias ( “A Idéia de não ter Idéia”) , se uma pessoa ver 2 horas de TV por dia, ao final de um mês ela terá visto 60 horas de TV… !!! Imaginem em um Ano !!

  Outro método sutil que a mídia usa pra influenciar-nos é o CONSUMISMO.

   “Eu quero, pai!”..“Meu colega tem !!”..“Eu TENHO Que Ter também.”..

     É exatamente isso o que acontece no Mundo do poder enganoso das Propagandas.

        Por que será que os filhos pedem tudo o que é Anunciado ?

    “Já que outros tem essas coisas, eles também querem. Preocupam-se com sua reputação entre os amigos” – explica uma educadora polonesa.

        Certa psicóloga diz : “O Objetivo é envolvê-los emocionamente”

 

     Desde criança, as crianças já são incentivadas ao Consumismo – comprar , comprar e comprar … Quando jovem, a rebeldia pode os influenciar ao espírito de independência. E sabem de quem é grande parte culpada ? A MÍDIA.

      

 

Consumismo

    

 

              

           Outro método completamente “bem” usado pela mídia é chamada “APARÊNCIA É TUDO !”

               

    

"Beleza é Tudo"

 

 

 

           Desde a infância, a TV, os livros, e os filmes nos ensinam que as pessoas “boas” são lindas, e que as “más” são feias, tema insaciavelmente explorado em todos os corredores da mídia. A bela aparência vende de tudo, desde perfumes a moto-serras. Em resultado disso, muitos compram não só os produtos, mas também a noção torcida de que a aparência é tudo.

 

          

 

 

 

 

 

              Com isso, a mídia dá brecha pra nos infiltrarmos no mundo enganoso da Moda.

       Ás vezes, nos sentimos tão escravos da moda, que deixamos a nossa identidade de lado.

     Outros jovens são guiados pelos ventos da moda. Mas quão temperamentais são tais ventos!

     Quando as bainhas sobem e descem e as pernas das calças se alargam e afunilam, os Estilistas soltam fogos !! Afinal ,   empresários e estilistas de roupas, colhem amplos lucros com um público facilmente manipulado.

 

 

     Quanto Poder tem a Mídia !!

 

 

 

 

 

 

Manipulação                

 

 

 

 

   Como ficar livres de Tanta Manipulação ?

        Seja você Mesmo. Viva por você Mesmo.

        Não seja Manipulado (a) !!

   A Mídia está em toda a Parte…

    Todo cuidado é Pouco …

 

     Em 2008, rolou uma briga feroz entre Call of Duty 4 e Grand Theft Auto IV pelo título de melhor jogo do ano. Belíssimos gráficos, jogabilidade incrível e muitos recursos eram características dos games. Estas são características marcantes destes jogos, mas eles não atraem a todos os fãs de jogos eletrônicos.


Joguinhos mais antigos ainda fazem a alegria de muitas pessoas

   

     A maior prova disso é quem está no topo do ranking do livro Os 100 melhores jogos, lançado em versão nacional recentemente pela Editora Europa. O preferido de todos os tempos dos brasileiros é um jogo com mais de 20 anos, Super Mario Bros. 3, lançado em 1988 para Nintendo. “Eu acho os jogos antigos mais simples e divertidos. E muito mais fáceis para eu jogar com minha namorada e com meus sobrinhos”, opinao analista de sistema Pedro Campos, 25.


A namorada, a estudante de direito Mariana Sotero, 21, ainda conserva um Super Nintendo (SNES) em casa
  

    A namorada, a estudante de direito Mariana Sotero, 21, ainda conserva um Super Nintendo (SNES) em casa. “Eu tenho até uma facilidade para jogos mais complicados, mas é muito melhor jogar acompanhado”. Em casa, Pedro costuma se valer dos emuladores (ver abaixo). “Depois que eu descobri eles, passei a pegar tudo. Tenho mais de 900 jogos no meu computador”, revela o analista, que já teve Atari e SNES.


Casal Pedro e Mariana se diverte jogando games clássicos no Super Nintendo

 

Parado no tempo
O também analista de sistemas Luciano Pedreira, 28, é outro fã dos consoles do passado. “Sempre fui fissurado em video games e sempre preservei os meus”, conta. Ele até hoje possui um Atari e um Mega Drive 3 em perfeito estado de conservação. “Mesmo com o advento deste novos, eu tive muito cuidado com meus video games antigos”, explica.

Hoje, ele garante que jogar Super Monaco GP, do Mega Drive, com o pequeno Lukas, o filho de 4 anos, é um divertido passatempo. “Meus amigos até têm consoles mais novos, mas eu não criei este costume. Confesso que parei no tempo (risos)”, afirma. A paixão pelos jogos das antigas fez, inclusive, o analista de sistemas comprar um cartucho do jogo Toe Jam& Earl em uma feira em São Paulo há dois anos.

Mais Enredo
O designer gráfico DaniloAssis, 23, é mais crítico em relação aos games atuais. “Eu acho que na época do Super Nintendo os jogos tinham um pouco mais de enredo. Hoje, é mais visual, se preocupam com gráficos e esquecem da história”, declara. Ele acredita, no entanto, que existem exceções, citando o jogo God ofWar.

“Tem quem ‘zere’ estes jogos em uma semana. Os antigos você demorava bem mais”, diz. Fã dos emuladores, ele confessa que pensou em comprar um console antigo, mas desistiu, afinal, “é muito fácil achar os jogos na internet”.

                                                                                                         

Vídeo – Reportagem do Jornal da Globo de 18/04/2006 :

Maníacos por Video Games Antigos